domingo, 31 de julho de 2011


Sou tão fria, que minha tristeza se transforma em armas para te fazer sofrer. Sofro em silêncio, sofro sem dor.

[ Thalita Ramos ]