segunda-feira, 29 de julho de 2013

Acreditar, desacreditando



Sabe quando parece que você tem pessoas tão leais, confiáveis e que você sempre pode contar? Não, você não tem. Existem momentos na vida que passamos por ocasiões frustantes, pra não dizer humilhantes, cujo as quais deixam tristes marcas, que são ainda piores quando você sabe que podia ter sido diferente, se aquele pessoa tivesse feito o papel dela. Às vezes, tenho medo de me relacionar com as pessoas. Antigas amizades me sensibilizaram para com novas. Amores passados me fragilizaram para com aqueles que estão por vir. É como se nada se encaixasse. Eu não me encaixo. Eu sou um quebra cabeça com peças defeituosas e temporárias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário