sexta-feira, 28 de janeiro de 2011



(...) Eu me sinto às vezes tão frágil, queria me debruçar em alguém, em alguma coisa. Alguma segurança. Invento estorinhas para mim mesmo, o tempo todo, me conformo, me dou força. Mas a sensação de estar sozinho não me larga. Algumas paranóias, mas nada de grave. O que incomoda é esta fragilidade, essa aceitação, esse contentar-se com quase nada.

Caio Fernando Abreu

terça-feira, 25 de janeiro de 2011


Eu tenho medo de acreditar em você, de te desejar tanto tanto e acabar descobrindo que eu ainda tenho um coração (…)
Tati Bernardi

E as minhas piores dores nem são as de não ter um relacionamento agradável, nem de um fim de relacionamento.
As minhas piores dores são às de não ter alguém para amar, ou melhor, de não deixar o amor fazer parte da minha vida, com medo de sofrer, medo de não ser correspondida, medo do fim.
Medo de sofrer?  
Amando ou não, irei sofrer, um sofrimento até pior, um sofrimento solitário, um sofrimento só meu, uma dor que terei que suportar sozinha.
E agora eis me aqui, o fracasso em pessoa.
É, eu tenho medo do amor.
Não que eu nunca tenha amado, mas sim que, nunca vivi um grande amor.
Talvez eu devesse me jogar totalmente nessa aventura chamada amor, sofrerei por amor, mas acho que sofrer por isso vale a pena.
Bom, também terei coisas boas para lembrar, porque o amor é movido por coisas boas e ruins, o amor é bipolar.
Eu quero sentir a intensidade do amor, a intensidade de amar.

[ Por: Thalita Ramos] 

A vida me ensinou a dizer adeus às pessoas que amo, sem tirá-las do meu coração, sorrir às pessoas que não gostam de mim, para mostrá-las que sou diferente do que elas pensam, calar-me para ouvir, aprender com meus erros, afinal, eu posso ser sempre melhor! Fazer de conta que tudo está bem quando isso não é verdade, para que eu possa acreditar que tudo vai mudar, a abrir minhas janelas para o amor e não temer o futuro. A lutar contra as injustiças. Sorrir quando o que mais desejo é gritar todas as minhas dores para o mundo. Fazer de conta que tudo está bem quando isso não é verdade. Para que eu possa acreditar que tudo vai mudar.
 [Charles Chaplin] 

Meu primeiro selo *u* Estou muito feliz, e muito grata. 
Quero agradecer muitíssimo à Andressa do blog: http://vivendoaviver.blogspot.com/
Obrigada mesmo minha gata


Algumas Regras:

1ª Duas coisas que a fazem sorrir.
   Meu Frajola e meu Scooby. 

2ª Uma coisa que a faz sorrir sobre o blog que a presenteou. 
   A intensidade das palavras, o jeito como expressa seus sentimentos.

3ª Indicar o selo de 5 à 20 blogs e avisa-los. 

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011


Ando de um lado para outro, dentro de mim.

Clarice Lispector.

sábado, 22 de janeiro de 2011


Tenho uma grande abstinência por tudo que não me faz bem,
não me faz necessariamente mal,
pois me distrai dessa minha rotina infeliz,
porque fico instantâneamente feliz.
Mais depois de um tempo,
caio em decadência,
me frustro, me estresso, desanimo.
Isso é um remédio temporário,
que está acabando comigo,
que já não posso mas ficar sem,
bom, pelo menos não consigo.
Preciso de algo que me faça bem sempre,
ou pelo menos que me faça somente bem.
Preciso de amor,
preciso senti-lo dentro de mim.
preciso de alguém que me queira,
preciso de alguém que me faça bem,
preciso de alguém para amar.

[ Por: Thalita Ramos ]

Só o que quero é esquecer de tudo, preciso de um vendedor de sonhos, preciso que alguém venda um sonho bom para mim, um sonho de amor, uma aventura paralela, que me mostre o que é o amor, que me ensine a amar.

[ Por: Thalita Ramos ]  

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011


Quero esquecer de tudo, tudo que já sofri, tudo que odiei, tudo que me incomoda, tudo que me faz mal. Quero esquecer a dor, abandonar o sofrimento e deletar da minha vida, da minha história toda essa negligência. Quero pelo menos uma vez dizer que realmente sou feliz, que estou bem comigo mesma, que amo minha vida, que amo até os meus problemas, pois quando se é feliz de verdade é possível superar tudo.
" MUNDO, ABRA OS BRAÇOS PRA ESSA NOVA THALITA QUE QUER CHEGAR, QUE QUER MUDAR SUA PERSPECTIVA DE VIDA, MUDAR TUDO QUE A TORNA INÚTIL E INFAME! "
[ Por: Thalita Ramos ]

Sinto um vazio, eu sou o vazio.


[ Por: Thalita Ramos ]

terça-feira, 18 de janeiro de 2011


Quando o desespero toma conta de mim, e o estresse me devora, a raiva me suga e a dor me domina, não a nada que eu possa fazer, não mando nos meus sentimentos, nas minhas estupidez, não mando nem mesmo em minhas atitudes, simplesmente choro, choro e choro. Porque o sofrimento, raiva, dor falam mais forte e a alegria se esconde em um baú de antigas e boas lembranças, que me fazem tão bem, mas que agora não fazem parte de mim, já não me pertencem mais.


[ Por: Thalita Ramos ]

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011


Um brinde a 2011 ..
Que por mas incrível que pareça, meu 2011 começou com muita intensidade, um ano que espero que seja ainda mais intenso, e que me faça cair e aprender com meu fracasso, e com minha dor a levantar, que esse ano seja produtivo, que me torne uma pessoa melhor, que me faça crescer. Amigos, foi a melhor coisa que aconteceu em minha vida no ano de 2010, quantas amizades construí, quantas pessoas me fizeram e farão feliz, sim, por mais que eu diga que não, 2010 foi um bom ano. E quero que 2011 acabe, humilhe, deixe em pedacinhos 2010, e que me faça rir, de tantos momentos ruins, tristes que passei, pois isso mostrará o quanto cresci e que tudo isso passa, que eu posso superar quase tudo. Seja muito bem vindo 2011, e que você venha ser um ano inesquecível para mim
Beijos !

[ POR: Thalita Ramos ]