domingo, 27 de abril de 2014

Às vezes, voar é preciso.

Dai você pensa que nunca vai querer alguém pra te dar bom dia e boa noite todos os dias, jogar conversa fora o dia todo e que faz você se sentir bem. Você vê todos os seus amigos com alguém, querendo e "dependendo" daquela pessoa e nunca entende, sempre achando algo aleatoriamente inútil e desnecessário. Você pensa que isso nunca irá acontecer com você, pois você é muito autossuficiente. Mas gostar de alguém vai muito além disso. Você só descobre que sabe voar depois que tenta.

domingo, 6 de abril de 2014

HAPPY!

A vida nos surpreende todos os dias. Eu acho que é essa imprevisibilidade que a torna tão interessante. Ontem você estava se sentindo vazia, ouvindo Fresno e em cada letra vendo algo relacionado com você. Hoje está cheia. Ouvindo Caetano e sentindo em cada letra vontade de amar. Cheia de amor, paz, felicidade e com a autoestima tão elevada, que se você cair agora haja curativo. Mas pra que pensar nos cravos se a vida te deu flores? Às vezes temos dificuldades em aceitar a felicidade, por estarmos acostumados/acomodados com a facilidade de estar sofrendo. Sofrer é mais fácil que ser feliz. Mas pra que uma facilidade ruim se podemos ir atrás de uma dificuldade alegre e que faz bem pra pele. A dor é sentida por todos, mas isso não quer dizer que ela deve definir você. Abra os braços e abrace o amor. Deixa a felicidade entrar. Ela não vem sozinha, mas quem disse que todos os convidados são especiais? Ei felicidade, vem ser minha convidada de honra.

Seguir


“A moça levanta e segue em frente. Não por ser forte, e sim pelo contrário: por saber que é fraca o bastante para não conseguir ter ódio no seu coração, na sua alma, na sua essência. E ama, sabendo que vai chorar muitas vezes ainda. Afinal, foi chorando que ela, você e todos os outros, vieram ao mundo.”
— Dom Casmurro.