sábado, 2 de outubro de 2010


As vezes sinto que sou uma garota vazia . Que não gosta de nada , nem de ninguém . É melhor assim , antes ser vazia do que ser doce , garotas doce só servem para juntar formigas . Acho que ser assim , vazia , é o meu maior talento . Não que eu nunca ria , mais nem sempre sorrir quer dizer que estou feliz , talvez sorrir seja uma forma mais fácil de ser educada . Sinto falta da minha infância , da minha ingênuidade , de quando eu agia mais e pensava menos , tinha menos responsabilidades , estava sempre sorrindo , e sorria de alegria mesmo , pois não haviam motivos para que eu fosse uma garota triste , ou até vazia . Nessa fase eu tinha tudo que eu precisava pra crescer e ser feliz . Mais depois que comecei a entender melhor as coisas , descobri que a vida não é do jeito que a gente imagina , muito menos do jeito que a gente quer . Já quis ser a filha perfeita , que a mamãe sempre sonhou , ser a melhor irmã do mundo , já quis até ser um exemplo bom , que todos deveriam seguir . Mas nunca fui , não sou e nunca serei , felizmente , até eu já me aceitei do jeito que sou , porque as outras pessoas não aceitam também ? Sou uma garota sem muito o que dizer sobre mim mesma , mais que tem uma grande perspectiva , que é crescer , e poder olhar pra trás e dizer : consegui , fui além do que achavam que eu iria , fui além do que eu podia imaginar . Por mais triste que minha vida seja as vezes , eu gosto dela . Sim , muitas vezes já senti vontade de me matar , de nem ter existido , já considero isso uma coisa normal , pelo menos na minha vida . 

[ Por : Thalita Ramos ]

Nenhum comentário:

Postar um comentário