segunda-feira, 11 de agosto de 2014

E desde quando você se foi, me pego pensando em nós dois ♪♩♫♭♬♪♩♫

Quando você partiu, sem sequer dizer o porquê, doeu. Entretanto, como toda dor, ela cessou. Mas agora você quer voltar como se nada tivesse mudado, sem perceber que meu mundo não parou quando você se foi. Ele caminhou diferente, mas não parou. Sinto que gosto de você mais do que deveria; mas ainda gosto mais de mim. E se for entrar pra depois sair, prefiro que permaneças fora. Prefiro poupar-me de algumas dores.

T. Ramos

Nenhum comentário:

Postar um comentário