domingo, 30 de dezembro de 2012

És filho de uma pisadela e de um beliscão; mereces que um pontapé te acabe a casta...




    E assim começa uma nova fase para o travesso Leonardo, resultado das pisadelas, beliscões e outros atos similares praticados por seus pais, Leonardo- Pataca e Maria-da-Hortaliça. Um livro esquecido durante muito tempo, onde irreverência e desordem fazem parte dessa história “Memórias de um Sargento de Milícias” um dos romances mais importantes para a literatura brasileira e um dos mais lindos que já li.
   Ao longo de toda obra vem sendo apontado intrigas, sucessos e fracassos dos personagens com os comentários do narrador, ora humorístico, ora irônico. Em toda obra, obtive um grande encanto pelo menino peralta Leonardo, que com muita espontaneidade vai crescendo com seus erros e pelo Vidigal, o terror dos malandros e vagabundos, cujo qual, responsável pelo crescimento e por dá um rumo na vida mansa e sem responsabilidades de Leonardo, que acaba se tornando SARGENTO DE MILICIAS.



Obrigada Manuel Antônio de Almeida, pelo excelentíssimo livro, com histórias que utilizam a melhor forma do humor e da ironia, contagiando-me com romances e mostrando-me que eles podem ser mais do que “FELIZES PARA SEMPRE”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário